MixTape da Semana #10


Um pouco menos agitada do que o normal, apresento mais uma MixTape com o que eu ouvi nos últimos dias. Tem The Dollyrots fazendo cover de Descendents, The Stone Roses, Ramones, The Get Up Kids e The Killers. E os representantes nacionais Retrosense e Dinamite Club.



The Dollyrots - Nothing With You
Essa música apareceu nas minhas indicações do Spotify e achei tão legal essa versão acústica da música do Descendents. Além da dupla ter dado uma atualizada na letra, trocando algumas séries antigas que são citadas por coisas mais novas. Como So-Called Life por Game of Thrones.

Arctic Monkeys - 505
Sem dúvidas 505 é minha música favorita do Arctic Monkeys. A melódia e a voz do Alex Turner nessa música são tão incríveis. A letra, apesar de parecer um break-up song, também é bem interessante.

The Killers - Mr. Brightside
Confesso que não sou muito fã de Killers, mas essa música tem algo muito cativante. Acho que por isso ela nunca sai das paradas inglesas por mais de 200 semanas, mesmo mais de 10 anos que ela foi lançada. E esses dias jogando Fifa 18 e ouvindo uma playlist de Garage Rock no Spotify, ela voltou para minha "cabeça".

The Get Up Kids - Maybe
The Get Up Kids vai lançar novo EP em junho e Maybe foi o primeiro single que eles divulgaram. E realmente fiquei apaixonado por essa música. Tem umas coisas que lembram os discos On A Wire (2002) e Guilty Show (2004), ao mesmo tempo que tem umas coisinhas eletrônicas do There Are Rules (2011).

The Wonder Years - Flowers Where Your Face Should Be
Ainda estou digerindo Sister Cities, novo disco do The Wonder Years, mas Flowers Where Your Face Should Be foi uma das músicas que mais me chamou atenção pela melódia e pela letra que o Dan Campbell fez para a esposa ao ver que eles não eram tão diferentes dos casais que ele avistava durante a turnê.

Retrosense - Substitutes
Retrosense foi uma banda que conheci no Breakout Brasil em 2014. E desde então continuei a acompanhar o trabalho deles. Recentemente eles lançaram o disco Ups and Downs com músicas incríveis iguais a que me fez seguir a banda. Substitutes fecha o disco, mas é linda do mesmo jeito.

Neck Deep - Parachute
Sábado assisti ao show do Neck Deep e foi insano. Não me arrependo de dizer que eles são a melhor definição do que é pop punk hoje. Parachute é uma música que eu sempre voltava para ouvir quando escutava o disco The Peace and The Panic (2017) e foi uma das que entrou no setlist da apresentação. Sensacional a energia ao vivo.

Dinamite Club - Nada É Só Bom
Quem abriu o show do Neck Deep foi o Dinamite Club, uma das bandas nacionais que mais curto. E uma das poucas que "conversa" comigo. Nada É Só Bom é uma música que sempre me emociona, pois me faz lembrar da minha avó e dos ensinamentos que ela me passou. A história é praticamente igual a da letra.

Ramones - You Should Never Have Opened That Door
Comprei no sábado mais um disco do Ramones que eu não tinha na coleção. Leave Home (1977) é incrível e tem muitas das minhas músicas preferidas, incluindo You Should Never Have Opened That Door. Ela é "bobinha", mas sempre piro com ela.

The Stone Roses - She Bangs the Drums
Um dos discos que ouvi no desafio dos 1001 Discos para Ouvir Antes de Morrer foi o The Stone Roses (1989). E She Bangs the Drums é uma música que eu sempre gostava de tocar no Guitar Hero 3, então rolou uma nostalgia ao ouvi-lá essa semana.

Postagens mais visitadas deste blog

Review: Armada - Bandeira Negra

MixTape da Semana #08

MixTape da Semana #04